RSS

vida

04 Fev

vida que não é o que foi
é, agora, o que já não é vida
fantasmas do que deveria ter sido
demónios do que ainda não é
medo que nunca venha a ser
existência negra e cega
vida sem cor nem cheiro
coexistência com um mundo
em que nada mais faz sentido
terá a vida de ser apenas e só
uma existência não pacífica
em que a morte tudo resolve?
vida fragmentada
memórias em colapso
coração a sangrar
olhos a chorar
corpo a tremer
mente em demência
alma cortada e recortada
cicatrizes por fechar
algum dia cessará?
espero que sim
não com a morte
mas contigo MEU AMOR…

d@rksoul

Este poema foi escrito por mim em agosto do ano passado…
😦

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 4 de Fevereiro de 2011 em depressão, morte, poesia, vida

 

Etiquetas: , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: