RSS

esta noite…

10 Abr

Esta noite assaltaram-me o carro, é triste. Andam alguns a trabalhar para outros roubarem o fruto do trabalho dos outros. Custa mais trabalhar do que estar em casa a receber do estado (todos nós que trabalhamos) e do que roubar de noite. São esta merda de gente que contribuem para termos um país e um mundo de merda… É revoltante ver o que tenho por esforço do meu trabalho a ser levado por estes abutres a quem ninguém toca.

Advertisements
 
4 Comentários

Publicado por em 10 de Abril de 2011 em mundo

 

Etiquetas:

4 responses to “esta noite…

  1. nunoanjospereira

    11 de Abril de 2011 at 8:55

    Como eu te compreendo amigo… A mim não me assaltaram o carro, roubaram-no mesmo! Faltavam dois meses para ficar pago. Fiquei sem carro, tive que acabar de o pagar, tive que comprar outro à pressa para poder ir trabalhar, sujeitei-me às condições de crédito que o trafulha do vendedor me sugeriu, eu não tinha outra hipótese e, pior ainda, tive que provar à GNR de Peniche, onde foram encontrados os restos mortais da viatura, que não tinha sido eu a roubar o carro!

     
    • jorgemiguelcs

      11 de Abril de 2011 at 19:55

      Amigo, pelo que vejo, a ti foi bem pior. E teres de provar que não foste tu a roubar o teu carro… só neste país. Nem me fales em vendedores, detesto esse tipo de vendedores que se aproveitam das necessidades dos compradores e abusam, chegando até a impingir. Acho alguns vendedores com quem tive o azar de me cruzar eticamente deploráveis.Não sei quem é pior, quem rouba ou esses vendedores que “roubam” na legalidade. Enfim, espero que o azar acabe…
      Abraço.

       
  2. nunoanjospereira

    12 de Abril de 2011 at 13:27

    É importante partilhar estas experiências, desabafo e pode ser que ajude a aliviar as maleitas dos outros…
    A GNR de Peniche assumiu que eu tinha passado uma noite nos copos, tido um acidente e no dia seguinte, dado o carro como roubado. Eu que nem bebo bebidas alcoólicas… curiosamente não vi serem feitos esforços alguns para tentarem descobrir quem me roubou o carro. Quando entrei para ser ouvido nos posto, curiosamente para não empregar um adjectivo que me possa prejudicar, a primeira frase que ouvi foi: “- Quem é que o mandou sentar?!”

     
    • jorgemiguelcs

      12 de Abril de 2011 at 14:19

      E nunca encontraram os responsáveis pelo furto do carro? Eu nem apresentei queixa nas autoridades responsáveis, já perdi a minha confiança neles faz muito tempo, mas a minha despesa é bem menor, é só um vidro. Eu acho que essa atitude é típica de alguns sectores do grupo dos funcionários públicos. Um dia dirigi-me à junta de freguesia da qual estou registado para pedir uma declaração de residência e tiveram a coragem de me dizer que ia pedir favores, só neste país…

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: