RSS

mundo

11 Abr

Crueldade e sofrimento

A crueldade é constitutiva do universo, é o preço a pagar pela grande solidariedade da biosfera, é ineliminável da vida humana. Nascemos na crueldade do mundo e da vida, a que acrescentámos a crueldade do ser humano e a crueldade da sociedade humana. Os recém-nascidos nascem com gritos de dor. Os animais dotados de sistemas nervosos sofrem, talvez os vegetais também, mas foram os humanos que adquiriram as maiores aptidões para o sofrimento ao adquirirem as maiores aptidões para a fruição. A crueldade do mundo é sentida mais vivamente e mais violentamente pelas criaturas de carne, alma e espírito, que podem sofrer ao mesmo tempo com o sofrimento carnal, com o sofrimento da alma e com o sofrimento do espírito, e que, pelo espírito, podem conceber a crueldade do mundo e horrorizar-se com ela.

 

A crueldade entre homens, indivíduos, grupos, etnias, religiões, raças é aterradora. O ser humano contém em si um ruído de monstros que liberta em todas as ocasiões favoráveis. O ódio desencadeia-se por um pequeno nada, por um esquecimento, pela sorte de outrem, por um favor que se julga perdido. O ódio abstracto por uma ideia ou uma religião transforma-se em ódio concreto por um indivíduo ou um grupo; o ódio demente desencadeia-se por um erro de percepção ou de interpretação. O egoísmo, o desprezo, a indiferença, a desatenção agravam por todo o lado e sem tréguas a crueldade do mundo humano. E no subsolo das sociedades civilizadas torturam-se animais para o matadouro ou a experimentação. Por saturação, o excesso de crueldade alimenta a indiferença e a desatenção, e de resto ninguém poderia suportar a vida se não conservasse em si um calo de indiferença.

Edgar Morin, in ‘Os Meus Demónios’


http://edgarmorin.sescsp.org.br/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Edgar_Morin

 

Nem eu descreveria melhor o Homem… O Homem é mesmo a única espécie animal que é capaz de massacrar o semelhante e as outras espécies só para tirar prazer desse acto. Inventa a guerra para fazer a paz. Inventa a religião para preencher o vazio sem explicação que é a existência e guerreia em nome de um Deus que, supostamente simboliza amor. Inventa o dinheiro e mata e luta por ele. Inventa os advogados para defenderem as suas causas, por mais erradas que sejam. Inventa a medicina para os curar das doenças pelas quais são directamente ou indirectamente responsáveis. Inventa a tourada e outros “desportos” tais como caça e pesca desportiva e se divertem como isso sem terem em consideração o sofrimento dos animais. Confunde-me o facto de defenderem a tourada como sendo tradição, no entanto já foi tradição queimar mulheres na fogueira acusadas de bruxaria, mas no entanto já não o fazem, mesmo tendo sido tradição. Inventa as armas para matar por ciúme, vingança, ódio, dinheiro, petróleo, etc e legisla sobre a posse das mesmas. É a única espécie que maltrata semelhantes e outras espécies por coisas fúteis e ainda consegue tirar prazer disso, mesmo sendo esses semelhantes filhos e familiares. O Homem é capaz de atrocidades perante os semelhantes como abandonar os filhos na rua e os pais idosos em hospitais sem sentirem o mínimo remorso por isso. Está certo que temos a vantagem de “pensarmos” mas falta-nos a consciência, o remorso, o civismo, a noção de sociedade perante os nossos semelhantes. Falta-nos uma consciência ecológica para não destruirmos o próprio planeta em que habitamos e para não dizimarmos outras espécies. A verdade é que, mesmo pensando, somos a pior espécie no planeta, somos os verdadeiros “animais” no sentido pejorativo que a palavra concede… Na categoria de animais racionais parecemos mesmo os mais irracionais de todos. Não é para criticar, mas sim para pensarmos e consciencializar…

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 11 de Abril de 2011 em Homem, mundo, sociedade

 

Etiquetas: , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: