RSS

eu IX

24 Maio

Hoje sinto a minha alma num beco sem saída. Parece que cada opção que tenho na encruzilhada é errada. Tudo me parece um erro, nada me parece certo e, estagno ali sem rumo nem destino, como se esperasse por um sinal, por um sinal teu… Por um sorriso, por um abraço, por um beijo teu… Por algo carinhoso teu que me tire deste purgatório e me leve de volta ao paraíso que é perder-me no teu olhar…

para onde ir sem rumo nem destino?


Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 24 de Maio de 2011 em alma, eu

 

Etiquetas: ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: