RSS

desalento

27 Maio

Feliz daquele que no livro d’alma
Não tem folhas escritas
E nem saudade amarga, arrependida,
Nem lágrimas malditas!

Desalento – Álvares de Azevedo (fragmento)


Anúncios
 
3 Comentários

Publicado por em 27 de Maio de 2011 em alma, amor, Álvares de Azevedo, lágrima, poesia

 

Etiquetas: , , , ,

3 responses to “desalento

  1. jorgemiguelcs

    28 de Maio de 2011 at 13:20

    Infelizmente, não sou um desses felizes… A minha alma ainda está cravejada de negro.

     
  2. TodoSantoDia

    12 de Julho de 2011 at 23:07

    Grande Alvares! Sou fã dele… mas lamento a tristeza intensa dele… e depois de mexer um pouquinho aqui no seu blog, a sua! ^ ^
    Sei sei… não tenho nada a ver com isso.. mas a vida é bela! = D
    Salamaleico! beijo

     
    • jorgemiguelcs

      13 de Julho de 2011 at 19:57

      E eu quero voltar a ver a beleza da vida, ainda não consigo, mas espero deleitar-me com essa beleza que não chega aos meus olhos.
      Fica bem.

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: