RSS

vida XI

05 Jun

Não quero viver mas não quero morrer.

Quero morrer mas quero viver.

Quero sentir mas não quero sofrer.

Quero a solidão mas espero-te.

Não quero a solidão mas isolo-me.

Quero ser feliz mas sou infeliz.

Quero ser positivo mas sou negativo.

Quero a vida mas estou morto.

Quero a morte mas estou vivo.

Quero ser eu mas o “eu” sofre.

Não quero ser eu mas sofro no “eu”.

Quero paz mas luto no meu interior.

Quero lutar mas não no interior.

Quero amor mas tenho guerra.

Quero certezas mas só encontro dúvidas.

Quero respostas mas só tenho perguntas.

Quero verdades mas só tenho paradoxos.

Quero a tua voz mas só oiço o teu silêncio.

Quero sorrisos e tenho lágrimas.

Quero… o que não tenho…

Tenho… o que não quero…

A minha vida é uma vela apagada, não gasta mas também não ilumina, não vive mas também não morre. Estagnada no tempo e no espaço, vida vazia, oca e supérflua. Cheia de contradições, dúvidas e conflitos internos. Alma bipolar que não acha um meio termo, numa existência sem sentido, sem norte, sem rumo e sem destino. Perdido entre o passado e o futuro num presente perdido. Preciso acender a chama da minha vida. Quero acender a vela da minha existência. Quero viver, quero ser feliz, quero sentir, quero… quero-te…

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 5 de Junho de 2011 em vida

 

Etiquetas:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: