RSS

Arquivos diários: 21 de Junho de 2011

sociedade II

Hoje tive uma “discussão” com uma pessoa. Não suporto aquele tipo de pessoa. Não valem nada, não sabem nada e acham que sabem tudo e que são os melhores em tudo. Não admitem que não estão certos e, nem sequer põem a hipótese de estarem errados. Coitados de quem os contraria, e os outros são os ignorantes que não sabem nada. Tenho por norma não ligar mas hoje já não aguentava mais barbaridade e tive de falar. Arranjam todo o tipo de desculpas quando perdem em alguma coisa porque não são eles que são piores, não, é sempre alguma coisa exterior a eles, ou é o tempo ou os outros fizeram batota, ou estavam com sono, ou não estavam prontos… É incrível, é insuportável e degradante conviver com este tipo de pessoas… Alguém ou algo é o culpado, sempre, pela derrota deles. A opinião deles está sempre certa e o resto do mundo está completamente e indubitavelmente errado… Pode ser coincidência mas as três pessoas que conheço assim, quando eram pequenos, os pais (e não só) deixavam-nos ganhar propositadamente em tudo e cresceram habituados a vencer, porque os deixavam… A vida vai ter oportunidade de os mostrar que não se vence tudo e, que por melhores que sejamos em algo, há sempre alguém melhor… A esses chamo eu de campeões da treta.

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 21 de Junho de 2011 em mundo, sociedade

 

Etiquetas: ,

loucura II…

Bought a ticket for a runaway train
Like a madman laughin’ at the rain
Little out of touch, little insane
Just easier than dealing with the pain
.
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 21 de Junho de 2011 em fuga, loucura

 

Etiquetas: ,

lágrimas III

So tired that I couldn’t even sleep
So many secrets I couldn’t keep
Promised myself I wouldn’t weep
One more promise I couldn’t keep
.
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 21 de Junho de 2011 em alma, lágrima

 

Etiquetas: ,

sorrisos…

“Can you help me remember how to smile
Make it somehow all seem worthwhile
How on earth did I get so jaded
Life’s mystery seems so faded”

Soul Asylum – Runaway Train

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 21 de Junho de 2011 em alma, amor, vida

 

Etiquetas: , ,

fuga…

Não posso fugir do meu maior inimigo

Não posso escapar ao meu maior inimigo

Não posso fugir nem escapar

De… mim mesmo…

Da minha alma…

Do meu ser…

Soul Asylum – Runaway Train

Call you up in the middle of the night
Like a firefly without a light
You were there like a slow torch burning
I was a key that could use a little turning
So tired that I couldn’t even sleep
So many secrets I couldn’t keep
Promised myself I wouldn’t weep
One more promise I couldn’t keep
It seems no one can help me now
I’m in too deep
There’s no way out
This time I have really led myself astray
(Chorus)
Runaway train never going back
Wrong way on a one way track
Seems like I should be getting somewhere
Somehow I’m neither here nor there
Can you help me remember how to smile
Make it somehow all seem worthwhile
How on earth did I get so jaded
Life’s mystery seems so faded
I can go where no one else can go
I know what no one else knows
Here I am just drownin’ in the rain
With a ticket for a runaway train
And Everything seems cut and dry
Day and night, earth and sky
Somehow I just don’t believe it
(Chorus)
Runaway train never going back
Wrong way on a one way track
Seems like I should be getting somewhere
Somehow I’m neither here nor there
Bought a ticket for a runaway train
Like a madman laughin’ at the rain
Little out of touch, little insane
Just easier than dealing with the pain
(Chorus)
Runaway train never going back
Wrong way on a one way track
Seems like I should be getting somewhere
Somehow I’m neither here nor there
Runaway train never comin’ back
Runaway train tearin’ up the track
Runaway train burnin’ in my veins
Runaway but it always seems the same
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 21 de Junho de 2011 em eu, fuga, música, soul asylum

 

Etiquetas: , , ,

verão

Hoje começa o verão… Não é mesmo a minha estação do ano favorita…

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 21 de Junho de 2011 em água, verão

 

Etiquetas: ,

 
%d bloggers like this: