RSS

eu XVII

06 Jul

Durante a minha vida, já venci muitos medos, muitas fobias. Já subi muitas montanhas, e já caí de lá de cima. Penso que a cada montanha que consegui vencer a queda foi inevitável, mas continuei a subir, a vencer, a lutar. Agora, depois destas quedas voltei ao princípio das minhas conquistas, com um abismo enorme para transpor, eu mesmo, a minha mente, o meu medo de mim próprio, a minha vontade de me proteger no meu casulo, na minha concha. É o meu pior inimigo, eu mesmo. Sair da concha aonde, agora, me protejo. Sair da concha aonde me sinto miserável mas seguro, talvez imune a sofrimentos. Esse enorme abismo entre o meu ser e a humanidade é, sem dúvida, o meu maior desafio neste momento. Sentir-me capaz de enfrentar este mundo e os seus habitantes, em que em cada ser vejo uma ameaça à minha integridade psicológica, à minha pouca sanidade. É um grande passo para mim, neste momento, mas vou conseguir, tenho de ser capaz…

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 6 de Julho de 2011 em eu, medo

 

Etiquetas: ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: