RSS

Arquivos diários: 13 de Agosto de 2011

aniversário

Amanhã é o meu aniversário. Na passagem de ano tinha prometido a mim mesmo que este ano seria o ano da cura da minha mente, da minha alma  e do meu corpo. Pensei que pelo meu aniversário já estaria bem ou, pelo menos, bem melhor. E agora, a poucas horas do meu aniversário, vejo quanto tudo em mim não mudou, quanto sofrimento ainda existe no meu ser, quantos desejos recalcados, quanta carência ainda não morta pela vida de um abraço, de um beijo ou um simples toque, quantas palavras ainda não ouvidas, quantas sensações ainda não experimentadas, quantas emoções por desflorar… Tanta coisa por viver e eu já morto…

mais um aniversário... cheio de tristezas...

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 13 de Agosto de 2011 em eu, vida

 

Etiquetas: ,

vida triste… II

triste viver assim

na incerteza de te ter

na certeza de não te ter

 
2 Comentários

Publicado por em 13 de Agosto de 2011 em alma, amor, tristeza, vida

 

Etiquetas: , , ,

vida triste…

vida triste:

querer a tua voz mas ter o teu silêncio

querer a tua presença e ter a tua ausência

querer a luz dos teus olhos e ter a escuridão da tua distância

querer o calor do teu corpo e ter a frieza do teu vazio

querer a doçura dos teus beijos da tua e ter a amargura do adeus da tua boca

querer o teu tudo e ter o teu nada

querer o conforto do teu abraço e ter o desconforto do vácuo

querer ter vida e ter apenas existência morta

querer-te e não te ter

tristeza, viver assim

triste querer o sonho de te ter e ter o pesadelo de não te ter...

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 13 de Agosto de 2011 em alma, amor, tristeza, vida

 

Etiquetas: , , ,

amor XL

Amar devia ser liberdade. Liberdade de se amar e de ser amado. Liberdade de se estar com quem se ama. Liberdade de se ser feliz ao lado de quem se ama. Liberdade de fazer tudo o que se quer em nome de um amor que exista. Amar nunca devia ser uma prisão a um sentimento que nos devora a carne e nos suga a vida. Amar devia ser vida, desejo de eternidade ao lado de quem se ama. Amar nunca devia ser um desejo de morte. Amar devia ser companhia e nunca solidão. Amar devia se felicidade e nunca tristeza. Amar é paradoxal…

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 13 de Agosto de 2011 em alma, amor

 

Etiquetas: ,

liberdade III

Que liberdade é esta que me prende e me retrai? Que liberdade é esta que me impede de fazer o que quero? Sou livre desde que não faça o que os outros não querem que eu faça… Liberdade com imposição ou condição não é liberdade. Livre é aquele que tem a liberdade e o poder de optar pelo correcto, de fazer a diferença pelo lado positivo e não aquele que tem de desviar o caminho pela estrada que não quer seguir. Liberdade não é impedirmos nem sermos impedidos de fazer uma opção. Liberdade é optar, é escolher, é viver como se quer…

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 13 de Agosto de 2011 em alma, amor, liberdade, vida

 

Etiquetas: , , ,

amor XXXIX

Para duas almas apaixonadas

Cada eternidade juntas parece um momento

E cada momento separadas parece uma eternidade

cada momento separados parece uma eternidade...

 

 
1 Comentário

Publicado por em 13 de Agosto de 2011 em alma, amor, tempo, vida

 

Etiquetas: , , ,

 
%d bloggers like this: