RSS

amor XLIII

27 Ago

“Apaixonar-se é criar uma religião que tem um deus falível.”

Jorge Luis Borges

O Nascimento de Vénus, Sandro Botticelli

Sem dúvida, amar alguém é atribuir-lhe o estatuto de deusa em que projectamos todos os nossos ideais, em quem não vemos um defeito ou uma falha. É o nosso paraíso na terra, é o complemento da nossa própria alma, é a nossa vida. Fazemos da sua companhia o altar da nossa alma, a razão do nossa existência… É o amor, em que apenas vemos a perfeição, que nos faz esquecer que nada nem ninguém é perfeito.

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 27 de Agosto de 2011 em alma, amor, Jorge Luis Borges

 

Etiquetas: , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: