RSS

destino IV

29 Ago

Aos que a Felicidade é Sol, Virá a Noite

Quero ignorado, e calmo 
Por ignorado, e próprio 
Por calmo, encher meus dias 
De não querer mais deles. 

Aos que a riqueza toca 
O ouro irrita a pele. 
Aos que a fama bafeja 
Embacia-se a vida. 

Aos que a felicidade 
É sol, virá a noite. 
Mas ao que nada ‘spera 
Tudo que vem é grato. 

Ricardo Reis, in “Odes” 
Heterónimo de Fernando Pessoa

Nesse caminho rumo ao futuro raramente vamos ao encontro dos nossos desejos. Há sempre um desvio entre o que queremos e o que alcançamos, entre o que sonhamos para nós e a nossa realidade. É incrível como a vida insiste a dar a uns o que outros merecem e vice versa… Por isso acho que poucos de nós estamos bem, há sempre algo que nos falta, a uns mais que a outros, mas, exceptuando os conformados, falta-nos sempre algo. Algo que talvez outro alguém tenha e nem queira, mesmo sendo ateu, deus dá dentes a quem não tem nozes. Enfim, ou luto ou aceito, e eu não sou de me ficar nem de aceitar o que a vida insiste em me oferecer…

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 29 de Agosto de 2011 em desejo, destino, fernando pessoa, vida

 

Etiquetas: , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: