RSS

o bem e o mal

15 Out

A Regra Fundamental de Vida

Quando nós dizemos o bem, ou o mal… há uma série de pequenos satélites desses grandes planetas, e que são a pequena bondade, a pequena maldade, a pequena inveja, a pequena dedicação… No fundo é disso que se faz a vida das pessoas, ou seja, de fraquezas, de debilidades… Por outro lado, para as pessoas para quem isto tem alguma importância, é importante ter como regra fundamental de vida não fazer mal a outrem. A partir do momento em que tenhamos a preocupação de respeitar esta simples regra de convivência humana, não vale a pena perdermo-nos em grandes filosofias sobre o bem e sobre o mal. «Não faças aos outros o que não queres que te façam a ti» parece um ponto de vista egoísta, mas é o único do género por onde se chega não ao egoísmo mas à relação humana.

José Saramago, in “Revista Diário da Madeira, Junho 1994”

Estranho toda e qualquer pessoa que me tente convencer que a consciência do bem e do mal, do certo e do errado é uma função inata ao ser humano. Já várias pessoas me tentaram “impingir” esta ideia, é uma das premissas (erradas) da religião. Outra premissa errada da religião é a de que o conceito de deus é inato em nós, mas não quero neste artigo desviar-me para este assunto. A ideia do certo e do errado é moldado nas nossas mentes desde novos, é uma aprendizagem pelo qual temos de passar, esta aprendizagem é a nossa educação. Quem nos cria deve nos incutir esta ideia do bem e do mal, do certo e do errado, dos valores que deviam existir em qualquer sociedade e no mundo. Por mais errado que algo seja, se, durante a minha formação enquanto criança, vir os mais velhos (pais ou não) a fazerem erros naturalmente como se nada fosse, não mostrando a consciência de que é errado, para mim será normal e certo (por mais errado que seja). Creio que a frase chave seja mesmo «Não faças aos outros o que não queres que te façam a ti». É uma filosofia que qualquer criança devia ser ensinada desde nova. Lembro-me de alguém ter escrito que, além de deixar-mos um mundo melhor para os nossos filhos, devíamos deixar filhos melhores para o mundo… É uma ideia…

Advertisements
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 15 de Outubro de 2011 em josé saramago, mundo, sociedade, vida

 

Etiquetas: , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: