RSS

Arquivo da Categoria: antónio aleixo

felicidade é loucura?

 

Ser Doido-Alegre, que Maior Ventura!

 

Ser doido-alegre, que maior ventura!
Morrer vivendo p’ra além da verdade.
É tão feliz quem goza tal loucura
Que nem na morte crê, que felicidade!

Encara, rindo, a vida que o tortura,
Sem ver na esmola, a falsa caridade,
Que bem no fundo é só vaidade pura,
Se acaso houver pureza na vaidade.

Já que não tenho, tal como preciso,
A felicidade que esse doido tem
De ver no purgatório um paraíso…

Direi, ao contemplar o seu sorriso,
Ai quem me dera ser doido também
P’ra suportar melhor quem tem juízo.

António Aleixo, in “Este Livro que Vos Deixo…”

Nem toda a loucura é sinónimo de felicidade, mas penso que para a felicidade é preciso uma grande dose de loucura. É a loucura de sair da rotina que nos faz mais felizes, é o sair da “normalidade”, é o não optar pela vida mecânica e sistemática. Já vi pessoas que tem tudo e não são felizes e pessoas que não tendo nada são muito felizes. Talvez a felicidade não seja igual para todos. Eu costumo dizer que quando se dá um chupa a uma criança que tem tudo, não lhe faz a mínima diferença, mas quando se dá o mesmo chupa a uma criança que não tem nada, faz toda a diferença. A felicidade varia dos objectivos e do que a pessoa quer ou tem. Aos que falta a noção da realidade adjacente da sociedade perante o individuo é bem mais fácil ser feliz. E há a felicidade simplesmente por ignorância daquilo que perturbaria essa felicidade. Mais uma vez são apenas divagações da minha mente, mas acho mesmo que a loucura é o principal ingrediente para se fazer felicidade…

Anúncios
 
4 Comentários

Publicado por em 15 de Março de 2011 em antónio aleixo, felicidade, loucura

 

Etiquetas: , ,

 
%d bloggers like this: