RSS

Arquivo da Categoria: mentira

verdades?

As Chamadas Verdades Essenciais do Homem

As chamadas verdades essenciais do homem lembram-me às vezes números de um grande programa que os tambores anunciam pelas ruas fora que vai ser deslumbrante e cumprido à risca, e que os pobres actores, à noite, realizam sabe Deus como, a passar em claro cenas inteiras. A afirmar e a prometer, nenhum bicho leva a palma ao colega antropóide. Mas é vê-lo em plena representação, ou depois dela, no camarim, nu e lavado. Que miséria! A justiça imanente que pregou e demonstrou, acrescenta-lhe, por segurança, o ergástulo e o carrasco; ao pecado, junta-lhe a confissão; à predestinação, o livre arbítrio; à morte, a ressurreição. Lembra-me sempre a velha história dos castelos de heroísmo e fidelidade, com a portinha da traição disfarçada nas muralhas…

Miguel Torga, in “Diário (1943)”

Nós só vemos o espectáculo que os outros mostram para as câmaras, o mais importante da vida, o real, fica nos bastidores deste teatro que é a nossa vida…

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 3 de Fevereiro de 2012 em Homem, mentira, miguel torga, verdade

 

Etiquetas: , , ,

A mentira da aparência #3

“Preocupe-se mais com a sua consciência do que com sua reputação. Porqe sua consciência é o que você é,e a sua reputação é o que os outros pensam de você. E o que os outros pensam, é problema deles”

Bob Marley ???

 

Não podia estar mais de acordo…

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 21 de Dezembro de 2011 em mascara, mentira

 

Etiquetas: ,

A mentira da aparência II

“Preocupa-te mais com o teu carácter do que com a tua reputação, porque o teu carácter é o que tu realmente és, enquanto a reputação é apenas o que os outros pensam que tu és.”

(Autor – ?????)

 
2 Comentários

Publicado por em 7 de Setembro de 2011 em mascara, mentira, mundo, sociedade

 

Etiquetas: , , ,

A mentira da aparência

Vivemos numa sociedade hipócrita aonde a aparência se tornou no mais importante. Tem mais valor aquele que parece ser do que aquele que é sem o mostrar. Isto torna as pessoas fúteis e hipócritas que mostram o que os outros querem ver sem serem verdadeiras. Existem dois tipos de máscaras, as que se usam para criar uma ilusão a outra pessoa e as que nós criamos para nos autoiludirmos. Quando iludimos alguém é mau para esse alguém, quando nos iludimos a nós é muito mau para nós quando cai a máscara que nós próprios criamos. É verdade o ditado que diz que o pior cego é aquele que não quer ver, que não vê fora da mentira da aparência que ele próprio criou. Neste caso não podemos culpar ninguém a não ser a nós próprios.É complicado ver a realidade através da máscara que criámos assim como nos massacrámos quando começamos a ver a realidade sem a distorção do que queríamos realmente ver, era esta realidade distorcida que nos agradava, que nos fazia bem. Nós conseguimos ser os nossos piores inimigos, essa é a realidade… Nada melhor do que nos aceitarmos como somos para assim ser aceite por alguém, sem mentiras, sem aparências, apenas nós verdadeiramente.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 5 de Fevereiro de 2011 em mascara, mentira, mundo, vida

 

Etiquetas: , , ,

 
%d bloggers like this: