RSS

Arquivo de etiquetas: dúvida

o que é a esperança?

O que é para vocês a esperança? Será a esperança bom ou mau para nós? Termos esperança e lutarmos pode ser a nossa perdição? Tenho pensado muito nisto e já não sei o que acho certo ou não. Parece-me que tive muita esperança, o que me fez não desistir, o que me fez lutar, mas, no fim, penso que foi o que me fez entrar numa espiral de auto destruição.

Esta foi a minha definição de esperança…

https://jorgemiguelcs.wordpress.com/2011/08/19/esperanca-ii/

Qual é a vossa?

 
5 Comentários

Publicado por em 20 de Maio de 2012 em dúvida, esperança

 

Etiquetas: ,

indecisões…

Vai alma, vai, percorre dolorosamente essa via sacra que é a tua vida. Percorre cada palmo, cada centímetro penoso desse caminho errante na mais solitária das solidões. Bem tentas encontrar outra sombra que faça companhia à tua mas não, não encontras nenhuma sombra que queira a companhia da tua. Tudo te dói, tudo te fere, tudo te magoa nesse longo percurso. Cada vez que tentas levantar-te algo ou alguém te desfaz, te desfragmenta mais ainda essa alma. Para ti minha alma, que tanto sofres, que tanto mereces, embora nem sempre o aches, para ti, desejo que te levantes, que faças esse percurso de uma só vez pois, no fim, lá estará à tua espera esse arco-íris da felicidade. Deixarás de ver todo esse cinzento e preto com que pintas e te pintam a vida para veres todas essas cores desse arco-íris que te parece tão utópico, tão irreal, tão longínquo… Mas quero que saibas que existe, que está ao teu alcance, que és capaz de lá chegar. Desejo-te que lá chegues pois alma, tu és eu e eu sou tu. Eu sou o corpo e mente a quem dás vida, mas tens de estar bem minha alma, para que eu também o esteja. Entendo que este caminho tenha de ser solitário pois as respostas às tuas dúvidas, questões e indecisões estão dentro de ti, estão em ti, estão na tua essência, minha alma. Só tens de as revelar a ti, a mim. Tens de descobrir que queres realizar para, assim, caminharmos rumo a esse utópico arco-íris…

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 16 de Dezembro de 2011 em dúvida, questão, resposta, solidão, vida

 

Etiquetas: , , , ,

morte II

“Tudo em mim é dúvida e morte.”

Daniel Sampaio – Lições do abismo

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 18 de Junho de 2011 em alma, daniel sampaio, dúvida, morte

 

Etiquetas: , , ,

amor IV

 

Errante

 

Meu coração da cor dos rubros vinhos
Rasga a mortalha do meu peito brando
E vai fugindo, e tonto vai andando
A perder-se nas brumas dos caminhos.

Meu coração o místico profeta,
O paladino audaz da desventura,
Que sonha ser um santo e um poeta,
Vai procurar o Paço da Ventura…

Meu coração não chega lá decerto…
Não conhece o caminho nem o trilho,
Nem há memória desse sítio incerto…

Eu tecerei uns sonhos irreais…
Como essa mãe que viu partir o filho,
Como esse filho que não voltou mais!

Florbela Espanca, in “A Mensageira das Violetas”

 

 

A pergunta à qual preciso saber a resposta nem é que caminho deixo a minha alma errante percorrer, mas sim que caminho quer a minha alma errante percorrer? Espero saber em breve… muito em breve…

 


 
2 Comentários

Publicado por em 17 de Março de 2011 em alma, amor, dúvida, eu, florbela espanca, questão, resposta

 

Etiquetas: , , , , , ,

serei como me vejo?

Serei eu o monstro que me vejo?

Será a realidade o que vejo ao espelho?

Serão os outros que me fazem sentir assim?

Ou sou eu que assim o permito?

Estarei certo?

Estarei errado?

Tudo tem uma resposta?

Tudo se limita a certo ou errado?

Tudo se limita a sim ou não?

Haverá um meio termo?

Tantas questões…

Tão poucas respostas…

Por cada resposta… mais questões…

 
2 Comentários

Publicado por em 13 de Março de 2011 em dúvida, eu, questão, resposta

 

Etiquetas: , , ,

 
%d bloggers like this: