RSS

Arquivo de etiquetas: tristeza

tempo VIII

“Sobre as asas do tempo, a tristeza vai-se embora.”

Jean de La Fontaine

Está difícil de ser verdade, mas espero que o tempo leve toda esta tristeza que ainda está no meu ser…

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em 24 de Agosto de 2011 em jean de la fontaine, tempo, tristeza, vida

 

Etiquetas: , , ,

vida triste… II

triste viver assim

na incerteza de te ter

na certeza de não te ter

 
2 Comentários

Publicado por em 13 de Agosto de 2011 em alma, amor, tristeza, vida

 

Etiquetas: , , ,

vida triste…

vida triste:

querer a tua voz mas ter o teu silêncio

querer a tua presença e ter a tua ausência

querer a luz dos teus olhos e ter a escuridão da tua distância

querer o calor do teu corpo e ter a frieza do teu vazio

querer a doçura dos teus beijos da tua e ter a amargura do adeus da tua boca

querer o teu tudo e ter o teu nada

querer o conforto do teu abraço e ter o desconforto do vácuo

querer ter vida e ter apenas existência morta

querer-te e não te ter

tristeza, viver assim

triste querer o sonho de te ter e ter o pesadelo de não te ter...

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 13 de Agosto de 2011 em alma, amor, tristeza, vida

 

Etiquetas: , , ,

felicidade VIII

“A felicidade de cada indivíduo funda-se na desgraça de alguns outros; o interesse e a comunidade de uns exigem as privações e a infelicidade dos outros.”

Ivan Turgueniev

Sem dúvida que em todas, ou quase todas, situações a felicidade de alguém implica a infelicidade de outro alguém. É assim o mundo, é assim a vida. Talvez seja injusta esta imposição, este preço de ser feliz, a infelicidade de outra pessoa. Algum dia tem de chegar o meu dia, estou farto de ser infeliz, também tenho esse direito, o direito à felicidade…

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 5 de Agosto de 2011 em felicidade, mundo, tristeza, vida

 

Etiquetas: , , ,

eu XXIII

“A tristeza do olhar
A dor dentro de mim
A vontade de chorar
Ninguém sofre assim

Império dos sentados – Longe de ti

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 31 de Julho de 2011 em dor, lágrima, tristeza

 

Etiquetas: , ,

dia triste

Hoje é um dia triste, e não só para mim. Aniversário de algo que já acabou e ainda é celebrado. Gostava de ter o poder de dar felicidade a toda a gente. Isto não me sai da cabeça, sonhei ter festejado este dia. Porque o meu cérebro insiste em martirizar-me? Não entendo, continuo a ser o meu pior inimigo…

gostava que pelo menos tu estivesses feliz

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 15 de Julho de 2011 em tristeza

 

Etiquetas:

triste olhar…

A ti, que vejo quase todos os dias. A ti, que não tens voz mas tens olhar. A ti, que só tens a companhia da solidão dos teus pensamentos. O teu olhar fala comigo, mostra a essência da tua alma, e, apesar de não falares, adivinho os teus sentimentos. Revejo o teu olhar no meu, cada vez que olho o espelho. Adivinho o que alma mostra através dos teus olhos. Embora não chores, consigo ver as lágrimas que te escorrem pela face marcada pela tristeza. Vejo no teu olhar uma angústia enorme, uma tristeza cortante, uma solidão agoniante, uma dor dominante. Vejo no teu olhar uma alma dilacerada por desilusões, pela falta de fé em tudo. Vejo um único desejo, o desejo da morte. Custa-me sentir o teu olhar, reviver cada sentimento, cada emoção que nos teus olhos transparece. Dói-me a alma cada vez que sinto a morte no teu olhar. Sinto que, tal como eu, te privas de contacto com os outros, vê-se o medo que tens atrás dessa concha. É incrível conseguir “ouvir” os pedidos de ajuda silenciosos, mas oiço-os num silencio ensurdecedor que domina o teu redor. Vejo, em ti, a alma sofredora, os fantasmas todos que me assombram. Vivemos numa paz exterior e fictícia rodeado de guerras internas. A ti, que não conheço, te desejo a paz que qualquer ser merece…

 

Etiquetas: , , , , , , ,

 
%d bloggers like this: