RSS

nostalgia

21 Abr

Nostalgia

A pequena flor 
só que além nasceu 
sonhou ser maior: 
nada lhe valeu… 

Na cova esquecida, 
sol que desejou 
não a bafejou, 
bastarda da vida… 

E era flor ou gente? 
Esquecida imperfeita 
numa dor silente 
ali jaz desfeita! 

António Salvado, in “Tropos”


Mera existência nostálgica, foi nisso que te transformaste, vida. Nostalgia por momentos e sentimentos que vivi e que não consigo reviver. Nostalgia por momentos e sentimentos que não viverei mais. Momentos que vivo sem os sentimentos, que me provocam toda a nostalgia que carrego nesta alma errante. Nostalgia que se transforma em agonia sempre que não afasto esses pensamentos da minha mente. Agonia que me mata, que me perturba, que me corrompe, que me destrói. Deixa-me viver, deixa-me sentir, deixa-me reviver, deixa-me nostalgia que me anestesia e que me adormece… Existência nostálgica e dormente, deixa-me viver, acordado…



Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em 21 de Abril de 2011 em antónio salvado, nostalgia, poesia, solidão, tristeza

 

Etiquetas: , , , , ,

2 responses to “nostalgia

  1. Anónimo

    6 de Dezembro de 2011 at 21:40

    muita dor

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: