RSS

Arquivo de etiquetas: Felicidade

um dia…

Um dia as lágrimas desaparecem
Nesse dia a tempestade passa
Um dia voltam os sorrisos
Nesse dia a bonança chega

Um dia o passado deixa de magoar
Nesse dia o futuro será brilhante
Um dia os pesadelos acabam
Nesse dia tudo parecerá um sonho

Um dia o inferno desvanecerá
Nesse dia tudo será um paraíso
um dia a infelicidade termina
Nesse dia a felicidade será real

Um dia a escuridão vai clarear
Nesse dia retornará a luz
Um dia o sofrimento perecerá
Nesse dia renascerá o teu ser
Nesse dia brilharão os teus olhos
Nesse dia a tua alma estará pronta
PARA VOLTAR A SER FELIZ…

 
13 Comentários

Publicado por em 31 de Maio de 2012 em felicidade, vida

 

Etiquetas: ,

sorrir…

Andar, nesta estrada,
Por caminhos insertos,
Tão longe e tão perto do que eu quero ser,
Cantar, uma balada,
De sonhos dispertos,
De braços abertos para te conhecer

Mas na verdade estou aqui p’ra te sentir,
Para te ver a sorrir;

Refrão
Estou aprender a ser feliz,
Aquilo que eu vou ser ningém me diz
A guitarra que so toca por amor,
Não acalma o desejo, nem a dor

Bem ves, companheira,
Eu parto sozinho, percorro o destino ás vezes sem querer
Talvez, também queira,
Cantar-te baixinho
Dar-te o meu carinho e tudo esquecer

Mas na verdade estou aqui p’ra te sentir,
Para te ver a sorrir

 
4 Comentários

Publicado por em 10 de Abril de 2012 em felicidade, música, vida

 

Etiquetas: , ,

buraco…

Esta imagem fez-me pensar…

Enquanto a morte não chegar,

há vida…

há hipótese…

há a tentativa…

de ser…

FELIZ…

“Por pior que seja o buraco

em que você se encontra,

pelo menos ainda não há terra em cima”

 
1 Comentário

Publicado por em 16 de Fevereiro de 2012 em felicidade, vida

 

Etiquetas: ,

a luz…

Há sempre uma luz ao fundo do túnel? Por vezes parece que a vislumbro mas cedo se revela uma miragem e as trevas voltam a abraçar-me na frieza solitária da sua escuridão. Quase sempre me parece tão longe, tão distante e tão frágil esta luz que teimo, em vão, atingir. A luz parece fugir de mim como se fosse o destino de todos menos o meu, quase me amaldiçoa à escuridão que, envolta no meu ser, não me deixa escapar. Só espero atinjir essa luz, um dia, e que essa luz não se revele ser a morte…

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 15 de Fevereiro de 2012 em eu, felicidade, tempo, vida

 

Etiquetas: , , ,

felicidade #14

 
1 Comentário

Publicado por em 2 de Fevereiro de 2012 em felicidade

 

Etiquetas:

felicidade #13

A Fonte da Felicidade Reside Dentro de Nós

O hábito de me recolher a mim mesmo acabou por me tornar imune aos males que me acossam, e quase me fez perder a memória deles. Desse modo, aprendi com base na minha própria experiência que a fonte da felicidade reside dentro de nós e que não está no poder dos homens fazer com que fique realmente desgostosa uma pessoa determinada a ser feliz. Por quatro ou cinco anos desfrutei regularmente de alegrias interiores que almas gentis e afectuosas encontram numa vida de contemplação.

Jean-Jacques Rousseau, in ‘Devaneios de um Caminhante Solitário’

podemos mesmo ser felizes sozinhos?

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 2 de Fevereiro de 2012 em felicidade, Jean Jacques Rousseau

 

Etiquetas: ,

felicidade #12

“Não devemos permitir que alguém saia da nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz.”

Madre Teresa de Calcutá

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 25 de Dezembro de 2011 em felicidade, Madre Teresa de Calcutá, vida

 

Etiquetas: , ,

natal

O natal aproxima-se. Uma época festiva que me tem vindo a perturbar e a afectar ainda mais. Não é fácil passar o natal como eu passo, quando o meu desejo é totalmente oposto à realidade do natal que vivo. Falta-me tanto ainda para que esta quadra festiva me possa encher a alma de alegria e verdadeiro espírito natalício. Creio que o que mais me faz falta é ter uma família minha para que o natal tenha verdadeiramente um significado. Falta-me ver a felicidade no rosto de uma criança, a alegria contagiante de um sorriso de uma criança, fazer sentir especial quem é especial para mim, encher de amor e carinho uma família que fosse só minha, fazer com que se sentissem as pessoas mais especiais do mundo, não só neste dia mas todos os dias da minha vida. Infelizmente, mais um ano passa e o natal será mais uma razão de infelicidade do que felicidade. Apesar disso tudo, deixo um desejo de natal feliz a todos vós…

um sonho por realizar...

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 16 de Dezembro de 2011 em alma, família, felicidade, natal, vida

 

Etiquetas: , , , ,

objectivos, desejos e sonhos…

Durante a nossa vida torna-se necessário pesarmos os nossos objectivos ainda por realizar. Tomos temos objectivos, desejos e sonhos e o tempo para os realizar é limitado. Limitado não só ao tempo de vida como ao estado do nosso corpo, se nos permite ou não realizar. É frustrante quando nos apercebemos que muitos ou todos os nossos desejos importantes não estão ainda realizados. É frustrante vermos que a sua realização está cada vez mais longe. É frustrante quando não são realizados porque alguém não os permitiu ou os impediu de acontecerem. Quando alguém é o desejo que nós queremos mesmo, esse alguém torna-se insubstituível e necessário para esse mesmo desejo. Não o podemos “trocar” por outro alguém porque tiraria todo o significado ao desejo, ao sonho. Ao realizarmos um desejo com outro alguém estamos a trocar um sonho por um pesadelo. Estamos a drenar a felicidade toda que esse sonho nos proporcionaria. Às vezes penso nesses sonhos todos que eu tenho, penso que não são assim tão difíceis mas, tornaram-se impossíveis porque só os queria com esse alguém que eu amo, que eu quero, que eu desejo… com esse alguém que daria todo um significado a esta existência que eu desejaria que fosse vida…

Quando a morte está cada vez mais perto e está muito por realizar, é muito, muito mau…

 
2 Comentários

Publicado por em 13 de Dezembro de 2011 em felicidade, vida

 

Etiquetas: ,

alma e vida

Unless your heart, your soul, and your whole being are behind every decision you make, the words from your mouth will be empty, and each action will be meaningless. Truth and confidence are the roots of happiness.

(autor ????????)

 
2 Comentários

Publicado por em 13 de Dezembro de 2011 em alma, felicidade, vida

 

Etiquetas: , ,

(in)felicidade #2

Porque será que as pessoas que estão infelizes por opção própria são as que parecem mais felizes? Porque será que se conformam com a vida que vivem e não ambicionam nada mais para além daquela gaiola dourada aonde existem? Não entendo, é estranho quando lhes damos algo a que possam chamar de vida e recusam, mesmo querendo. Não entendo como se podem sentir bem, persistindo numa existência neutra quando podiam ser realmente felizes. Ainda mais estranho acho quando vejo que continuam de bem com a vida quando a pessoa a quem recusam e que lhes ofereceu a vida fica mal. Estranho mundo, estranha vida… Já percebi que há pessoas a quem a gaiola dourada em que vivem é suficiente enquanto outras o mundo não chega.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 12 de Dezembro de 2011 em felicidade, vida

 

Etiquetas: ,

vida #58

Cada vez tenho pensado mais na vida, tento impedir que o passado influencie negativamente o presente e o futuro. Tenho medo, medo que o futuro seja algo de que eu não goste e nem queira. Sinto o tempo a fugir-me e os objectivos estagnados, já não os persigo. Não tenho, ainda, vontade de alcançar sonhos, objectivos e desejos. Tudo me parece cada vez mais longe, mais inverosímil, mais impossível… Tento, em vão, curar-me… Tento, em vão, sarar todas as dores, todas as mágoas e todos estes desgostos que me atormentam, pois só depois de curado saberei o que quero, como quero e que futuro desejo para mim. Por vezes anseio pelo abraço gélido da morte e, ao mesmo tempo, receio esse dia. Receio chegar às portas da morte e aperceber-me que não vivi, aperceber-me de todos os sonhos que me roubaram, de todos os desejos que me impediram de os concretizar, de todos os objectivos pelos quais lutei e perdi… É difícil aceitar tanta derrota, mesmo sabendo que fiz o que tinha a fazer e, talvez, até mais do que podia. É difícil aceitar o tanto que lutei em detrimento da minha própria sanidade e não ter vencido. Hoje estou mais positivo, mais lúcido, sei que terei um caminho árduo para recuperar a minha mente e sarar a minha alma, sei que, após a cura, terei de recomeçar tudo para tentar atingir esse objectivo comum a todos nós que é o desejo de ser feliz. Estou disposto a conseguir a felicidade após me sentir bem, após me sentir curado. As forças são poucas, mas estou a reuni-las para lutar outra vez pelo direito universal à felicidade…

 
3 Comentários

Publicado por em 12 de Dezembro de 2011 em felicidade, luta, vida

 

Etiquetas: , ,

vida #57

“Loucura odiar todas as rosas porque um espinho te feriu. Desistir de todos os esforços porque um deles fracassou. Condenar todas as amizades porque uma delas te traiu. Não crer mais no amor porque um deles foi infiel. Jogar fora todas as chances de ser feliz porque uma tentativa não deu certo. Lembre-se: sempre há outra chance, outra amizade, outro amor. Mas nunca outra VIDA”

????????????????????

bem tento pensar assim, mas por vezes não é fácil após tantas e tantas decepções na vida... talvez desistir não seja mesmo uma opção...

 
2 Comentários

Publicado por em 5 de Dezembro de 2011 em amor, felicidade, loucura, vida

 

Etiquetas: , , ,

amor LIII

“Amar, é encontrar a própria felicidade na felicidade alheia”

Wilhelm Leibniz

Amar é ser feliz ao fazer alguém feliz, é sentir o que ela sente numa sintonia emocional, é ser metade da metade de alguém formando uma única alma sincronizada em tudo. Amar é ilógico na lógica do amor. Amor é a lógica da vida, é ser feliz só pela sua companhia, pela sua felicidade. Amor é o paraíso neste mundo infernal.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 18 de Setembro de 2011 em amor, felicidade, Wilhelm Leibniz

 

Etiquetas: , ,

riqueza…

“O cofre do banco contém apenas dinheiro. Frustar-se-á quem pensar que nele encontrará riqueza.”

Carlos Drummond de Andrade

A verdadeira riqueza desta vida não se encontra num cofre de algum banco, mas sim nesses cofres pessoais que todos temos, esse cofre é o nosso coração e é aí que reside a maior riqueza de todas, o amor. Com esta riqueza, sim, podemos comprar a felicidade… A maior riqueza é aquela que nos faz bem à alma, não é material, apenas espiritual…

 

Etiquetas: , , , , , ,

 
%d bloggers like this: